Coceira em cachorros e a alergia o que fazer

Por Tatiana Borges*, colaboradora do Blog do Pata

Coceira em cachorros e a alergia o que fazer

Um cãozinho que não para de se coçar, merece um olhar atento de seu dono – pode ser sinal de infestação de pulgas, sujeira, estresse e muitas outras doenças que acometem os cães, dentre elas, os quadros alérgicos.

Perigos da alergia

Os quadros alérgicos apresentam um número crescente na rotina das clínicas veterinárias brasileiras, cada vez mais estamos introduzindo animais em nossas residências e expondo-os a novas substancias que podem ter o potencial de desencadear crises alérgicas neles. Um animal com alergia é capaz de gerar feridas e muita coceira pelo corpo. Algumas das substâncias que disparam as crises alérgicas, estão presentes no ambiente, e são difíceis de identificação. Ácaros, fungos e pólens presentes no ambiente, são, muitas vezes, os vilões das alergias. Esses animais, acometidos por sintomas de alergia pelo ambiente, são chamados de animais atópicos.

Os animais atópicos apresentam uma condição nada fácil de controlar, pois o tratamento constitui em descobrir a causa da alergia que, em grande maioria dos casos, não é diagnosticado ou temos uma impossibilidade de manter o animal longe destas substancias e optamos por medicações para a vida toda do animal, para promover uma qualidade de vida ao mesmo.

Uma solução à vista

A boa notícia é que o Departamento de Agricultura dos Estados Unidos aprovou uma medicação que neutraliza uma proteína (a interleucina-31), uma injeção aprovada somente para veterinários aplicarem, responsável pelo envio do sinal da coceira para o cérebro, que está apresentando excelentes resultados nestes animais. Apesar deste fármaco ainda não ter previsão de chegada no Brasil, acredita-se que ele será muito promissor para o tratamento de animais atópicos de qualquer idade. Enquanto não está disponível, vale a pena tomar algumas medidas que afastam os sintomas da alergia.

Coceira em cachorros e a alergia o que fazer

O que fazer, então?

Higiene: Ideal é que cachorros com atopia tomem mais banhos, com produtos especiais.

Roupinhas: Dependendo do quadro e gravidade, é melhor abrir mão delas. Se decidir usar as peças, lembrem-se de lava-las com regularidade, porque acumulam ácaros.

Tosas constantes: Elas são muito úteis. Afinal, com menos pelos, fica mais fácil de perceber lesões na pele do bicho. Além disso, os banhos se tornam mais curtos e você utiliza menos xampu

Hidratação da pele: A falta ou remoção excessiva da camada lipídica natural da pele pode significar uma falta de proteção, propiciando a entrada de bactéria na pele.

Cuidados com raças: Poodles, Bulldogues, Lhasa Apsos e Golden Retrivieres são alguns dos cães com maior risco de desenvolver alergias cutâneas

*Dra Tatiana Borges é médica veterinária especializada em dermatologia veterinária, do Hospital Veterinário Sena Madureira. Conheça mais sobre o trabalho da Tatiana clicando aqui.

 

Seu cão se coça muito a ponto de criar feridas? O que fez? Comente!

4 Replies to “Coceira em cachorros e a alergia. O que fazer?”

  1. Olá Tatiana, descobri a alergia atópica da minha pinscher no meio do ano de 2013, quando ela estava com 3 anos, e está sendo um processo longo de aprendizado, de tentativas com acertos e erros mas que no final consegui mantê-la o mais confortável dentro do possível. Desde a descoberta mudei sua alimentação para AN com orientação de veterinária nutri e não me arrependo. Iniciei tb tratamento homeopatico e inclui tb alguns suplementos para reforçar a questão da pele e algum tempo atrás estou dando banho pelo menos 3x por semana com Douxo Calm e hidratação com Hidrapet que está surtindo um efeito bem satisfatório. Mas sempre esperamos por opções novas para que possamos dar melhor qualidade de vida a nosso alérgicos q sofrem tanto. Abs Vivian – Nova Friburgo/RJ

  2. Meu cão é um poodle micro, ele não só se coça constantemente como se lambe de forma compulsiva, já fiz vários tipos de tratamentos, mas todos quando param os remédios voltam as coceiras, sofro muito, por conta de corticoides já perdeu a visão, ele hoje tem 7 anos e não consigo saber qual seria a melhor solução para ele.Muito triste.

  3. Há um ano que sofro junto com minha filhinha de 4 patas. Fizemos vários exames, inclusive biopsia, na qual o resultado deu dermatite bacteriana. Foi tentativa com vários antibióticos e até o momento nada de resultado. Já passei por vários veterinários, nenhuma solução. Todas falam que nunca viu uma coisa tão parecida! Me ajudem por favor!

    1. Oi Alessandra. É um pouco complicado a gente ajudar sendo que você está consultando veterinários. De qualquer maneira, em que podemos te ajudar?

Deixe seu comentário