cortar a unha de gato aprenda a cortar sem ter estresse

cortar a unha de gato aprenda a cortar sem ter estresse

Mesmo que já tenha sido domesticado há milênios, o gato ainda conserva muito de sua natureza selvagem, e uma marcante evidência disso são as suas garras.

À medida que elas crescem, não há mobília ou estofado de casas e apartamentos que sobreviva aos hábitos naturais desses queridos felinos. Por isso, cortar unha de gato pode ser uma atividade a ser inserida no seu dia a dia. Além de salvar os móveis — e reduzir os arranhões involuntários —, pode ser benéfico para o felino, sabia?

Por isso, confira algumas dicas sobre como cortar unha de gato sem estresses!

A preparação para cortar a unha de gato

Que tal acrescentar um item à lista de beleza e higiene do seu felino e, junto com a rotina de dar banho em gato, aproveitar para também cortar as suas unhas?

O método é indolor para o animalzinho e o ajuda a remover a camada gasta das unhas, que são renovadas continuamente. Mas, para isso, um planejamento prévio e alguns cuidados devem ser tomados para que os felinos se habituem à atividade.

Cheios de personalidade, eles não costumam gostar do contato direto com as suas patas, já que são suas armas de defesa e aliadas para brincar e escalar.

Por isso, antes de cortar a unha de gato, você deve tocar em sua patinha periodicamente para que ele se acostume com esse tipo de contato.

Em seguida, deixe-o se familiarizar com o cortador específico para aparar as unhas de um gato, que pode ser encontrado em pet shops e lojas especializadas.

Aproveite para manusear as patinhas dele pressionando a parte inferior, com o dedo indicador, e o polegar posicionado na parte superior da pata. Isso dá firmeza ao toque e expõe as garrinhas dele.

Quando esse ritual prévio já estiver bem treinado, é hora de cortar as unhas do gatinho.

Os cuidados ao cortar a unha de gato

Vale um aviso, primeiramente: se o gatinho estiver estressado, não adianta forçá-lo a cortar as unhas. Acalme-o, no seu colo, e retome a atividade assim que ele estiver menos agitado.

Agora, alguns cuidados que devem ser tomados durante o procedimento:

  • Escolha um lugar tranquilo e bem iluminado para cortar as unhas dele;
  • O corte deve ser feito somente nas pontinhas;
  • A parte mais próxima à pata é rosada. Lá, se concentram nervos e vasos sanguíneos. Não corte a unha nessa região;
  • Caso a área sensível seja atingida, podem ocorrer sangramentos. Estanque o mais rápido possível e use uma fórmula antisséptica (permanganato de potássio é uma boa opção);
  • Se o gato não estiver a fim, não insista. Corte o que der e repita em outro momento ou em dias diferentes.

Para tornar o ritual de cortar a unha de gato ainda mais prazeroso, dê um petisco ou faça uma calorosa sessão de carinhos após cortar as unhas. Assim, ele vai associar o hábito a algo bom.

Atenção: retirar as unhas do gato é crime!

Como dissemos, na abertura deste post: as unhas do gato são parte fundamental dele. Por isso, vale ressaltar que a cirurgia de retirada de unhas de gatos é proibida.

As penas ao veterinário que fizer esse procedimento estão previstas na resolução do Conselho Federal de Medicina Veterinária nº 877, de 15 de fevereiro de 2008. A penalidade também está prevista para quem não é profissional da área, segundo a Lei nº 9.605/1998.

Cortar a unha de gato pode ser algo prático e seguro de fazer em casa, não havendo necessidade dessa medida cruel.

Agora, que tal compartilhar este post nas suas redes sociais? Aproveite para marcar alguns amigos que podem virar verdadeiras manicures dos seus gatinhos! Ah, não se esqueça de deixar seu comentário!

Deixe seu comentário