veterinario-qual-a-frequencia-ideal-de-visitas.jpeg

Quando se trata do bem-estar de um animal de estimação, todo cuidado é pouco. E a forma mais segura de garantir a saúde e vitalidade do seu, é criando uma rotina de visitas ao veterinário.

Se você é dono de um pet de “primeira viagem” ou já tem um há algum tempo, mas ainda tem dúvidas com relação à frequência indicada de idas ao veterinário, este post é para você! Nele, daremos algumas dicas sobre o assunto, além de explicar qual a importância dessa prática para o seu pet! Confira:

Qual a importância da visita ao veterinário?

Muitas vezes, o seu cão ou gato estão aparentemente bem, mas já podem estar desenvolvendo alguma doença ou problema que ainda não desenvolveu sintomas mais graves. No entanto, com a frequente visita ao veterinário, a chance dele diagnosticar alguma patologia ainda no início é maior, aumentando, assim, as chances de cura e a recuperação do animal com mais facilidade.

Higienização do pet

A higienização do seu animal de estimação também é muito importante, pois tanto quando é feita no pet shop quanto realizada pelo próprio dono, além de ser um momento de maior contato e atenção, é possível perceber se ele está com algum problema de pele ou algo afim.

Porém, é importante ter em mente que cães e gatos apresentam necessidades diferentes com relação à quantidade de banhos. Enquanto que o indicado para um cão é pelo menos duas vezes por mês, gatos devem ser banhados apenas uma vez por mês.

Qual a frequência ideal para levar o animal de estimação ao veterinário?

Para facilitar o seu entendimento, dividimos as fases da vida do pets em filhote, adulto e idoso, e apontaremos qual é a frequência ideal de visitas ao veterinário em cada uma delas.

Filhote (até 6 meses)

Por conta do número de vacinas necessárias e de ser preciso um acompanhamento mais de perto, é aconselhável levar o seu cão ou gato pelo menos uma vez ao mês para uma consulta com o veterinário. Dessa forma, o profissional será capaz de observar de perto o desenvolvimento do filhote e até indicar com mais assertividade os cuidados básicos nessa etapa.

Adulto (a partir dos 7 meses)

Agora que o seu pet já não é mais um filhote, ele deverá retornar ao veterinário pelo menos uma vez ao ano, quando receberá as doses de reforço das vacinas.

Idoso (após 8 anos)

Com o passar dos anos, a saúde de nossos amigos vai se tornando mais frágil, o que torna fundamental aumentar a frequência de visitas ao veterinário. Para garantir que esteja tudo bem com ele e certificar que está recebendo todo o apoio possível durante essa fase da vida, leve-o para uma avaliação clínica de seis em seis meses.

Provavelmente, o veterinário também solicitará alguns exames de rotina para verificar como estão as funções do seu cão ou gato.

Independentemente da idade do seu pet, se você percebeu alguma alteração física ou no comportamento dele, não hesite em levá-lo imediatamente para se consultar com o veterinário.

Com que frequência você costuma levar o seu pet ao veterinário? Tem ainda alguma dúvida sobre o assunto? Compartilhe-a com a gente nos comentários!

Deixe seu comentário