Nem demais, nem de menos: qual a quantidade de ração ideal para os gatos?

A alimentação correta dos gatos, desde quando são filhotes até a vida adulta, é fundamental para mantê-los saudáveis. Esses animais, essencialmente carnívoros, têm na ração sua principal fonte nutricional. Existem muitos tipos, sabores e marcas no mercado – e quem recomenda o que é melhor para o seu pet é o veterinário, na primeira consulta. Mas o Pataapata adianta: a quantidade de ração a ser dada varia com o peso e a idade do gatinho. Para ajudar, os fabricantes de ração normalmente sugerem a porção ideal nas embalagens do produto.gato comendo

Gatos castrados tendem a ganhar peso mais rápido, pois são mais tranquilos, ficam mais em casa e não fazem muito exercício físico. Por isso, é preciso cuidado com a quantidade e a qualidade da ração, para não deixá-lo ficar muito gordinho. Alimentar bem não significa alimentar demais. Em condições normais, animais de dois quilos devem comer 30 gramas por dia; os de quatro, 65 gramas; e os de seis quilos, cem gramas. O peso do animal deve ser monitorado regularmente, para que a quantidade de alimento seja ajustada conforme necessário.

Quando filhotes, os gatos comem várias vezes ao dia. À medida em que vão crescendo, passam a comer menos – e deve-se reduzir o número de refeições gradativamente. Aliás, qualquer mudança alimentar precisa ser o menos radical possível, sob risco de o animal apresentar quadros de diarreia. O gato adulto (a partir de um ano) se alimenta de uma a duas vezes por dia. Lembre-se que restos de comida, doces e tudo o que não for prescrito pelo veterinário deve ser evitado.

 

Como está a alimentação do seu gato? Comente abaixo!